Home / NOTÍCIAS / Nove trabalhadores são resgatados em condições análogas à escravidão em obra realizada no Centro Histórico de Salvador

Nove trabalhadores são resgatados em condições análogas à escravidão em obra realizada no Centro Histórico de Salvador

Auditores Fiscais do Trabalho resgatam nesta quarta-feira (17) nove trabalhadores que estavam em condições de trabalho semelhantes ao escravo, em Salvador. Policiais Federais deram apoio na ação.

Os trabalhadores estavam há cerca de um mês trabalhando em obras de pavimentação e requalificação no Centro Histórico da capital baiana. Vindo de diversas cidades do interior do estado e a serviço da empresa SOEBE, que é responsável pelas obras.
Na ação, ao chegarem nos alojamentos dos trabalhadores, localizados na Estrada da Rainha e na Rua da Lama, os Auditores Fiscais do Trabalho encontraram condições de higiene precárias e não havendo água potável para consumo humano. Em depoimento os trabalhadores disseram ter vistos ratos nas instalações.
Além disso, não havia banheiro para os trabalhadores. Nos alojamentos, foi constatado falta de condições de abrigo. Em um deles, uma construção inacabada, com cômodos improvisados, os trabalhadores dormiam em colchões no chão. Havia ainda uma cama improvisada, feita com a estrutura de andaime. Em outro espaço do alojamento, havia um botijão de gás e não havia janela.
Os trabalhadores estavam sem registro na carteira, não tinham feito exames médicos, com atraso no pagamento de salários, sem descanso semanal e sem local para fazer as refeições, associada à impossibilidade de retorno dos trabalhadores às cidades de origem, caracterizaram a condição degradante a que os mesmos estavam submetidos.
A empresa responsável foi notificada e os trabalhadores devem voltar às cidades de onde vieram. Foi determinado que a empresa regularize os problemas encontrados nas frentes de trabalho, faça o registro dos trabalhadores sem carteira assinada, tome providências para pagamento das rescisões dos nove trabalhadores que foram resgatados, além de garantir o retorno deles às cidades de origem.
Os responsáveis pela empresa foram conduzidos pelos Auditores Fiscais do Trabalho a sede da Polícia Federal.

 

Veja Também

psol

AFT MÁRIO DINIZ é candidato a deputado federal

O auditor fiscal do Trabalho Mário Diniz está concorrendo nas Eleições 2018 a Deputado Federal ...

Deixe uma resposta

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress